Ordem dos Frades Menores Conventuais - Custódia Provincial Imaculada Conceição dos Franciscanos Conventuais do Rio de Janeiro - PAZ & BEM!!!

quarta-feira, 20 de julho de 2016

Missa de encerramento celebra Jubileu

Após cinco dias de intensas palestras e atividades, o Congresso dos Frades Menores Conventuais da América Latina, realizado no Rio de Janeiro, terminou no domingo, 17, com missa presidida pelo bispo emérito de Valença (RJ), dom Elias Manning. A celebração eucarística, ocorrida na Paróquia São Francisco, reuniu centenas de fiéis que também comemoraram os 70 anos de existência da comunidade, a primeira do Brasil e da América Latina fundada pelos Franciscanos Menores Conventuais.

Durante a missa, dom Elias falou sobre a resposta de Deus ao chamado. “Deus, 70 anos atrás, estava colocando essa inspiração no coração do ministro geral da Ordem, o próprio papa que na época estava pedindo ajuda para a América Latina, nas províncias espalhadas pela Europa, América do Norte. Esse apelo foi feito e houve generosidade. A Ordem franciscana mandou frades para o Rio Comprido (RJ), para o Brasil, outros países, e o resultado: Deus nos espalhou em 16 países, nos deu em torno de 600 frades. Ele é sempre muito mais generoso do que nós", declarou o bispo emérito de Valença.
Sobre o Congresso, o ministro geral da OFMConv, frei Marco Tasca, destacou o empenho e a história dos frades ao longo desses 70 anos. “A primeira coisa é recordar os 70 anos, é recordar pessoas concretas. Antes de lembrar das obras e daquilo que fizemos, façamos memória dos nomes e sobrenomes dos frades. A coisa mais bonita desse Congresso são os frades que saíram da sua terra para partilhar o dom da vocação franciscana que Deus lhes fizera. Por isso, muita gente se alegrou com essa presença, puderam encontrar a espiritualidade franciscana, puderam caminhar na via do Evangelho. Essa foi a primeira coisa do Congresso”, afirmou.
Ainda de acordo com o ministro, o segundo ponto a ser destacado é o encontro dos frades no território latino-americano. “Frades que partilham da mesma paixão pelo Evangelho que os fundadores, mas que hoje se encontram em um mundo diferente, com pessoas com diferentes exigências, em um mundo em contínua transformação. E estarem juntos alguns dias para partilhar essa paixão pelo Evangelho e como anunciá-lo é uma coisa muito bela.  Espero, de modo fundamental, como ordem franciscana conventual, que nós tenhamos a necessidade que cada frade dê a sua contribuição a partir da sua compreensão da regra para o enriquecimento do carisma franciscano. Porque se a América Latina não dá a sua contribuição para a compreensão do carisma franciscano, a obra se empobrece", enfatizou.
Para finalizar, frei Marco Tasca deu ainda um depoimento daquilo que levará dentro de si depois de ter vivenciado esses dias. "A primeira coisa que vou levar daqui, desse Congresso, é o método de trabalho dos frades na América Latina. Ouvir, compartilhar, encontrar juntos o caminho. O método de trabalho que encontro na América Latina e que é muito bonito, também trarei no coração a beleza de reencontrar os meus confrades, estar com eles, me alegrar com eles, coisas muito cotidianas e muito simples, que expressam a beleza de estarmos juntos", finalizou.

Novos membros

Além dos novos membros eleitos para o Conselho da Federação, o Congresso também fez a apresentação oficial do novo coordenador do Ministério de Reflexão da Federação da América Latina para Conventuais (MireFALC). Depois de dez anos na coordenação, frei Darío Mazurek agora passa a responsabilidade para o frei Rogério Xavier.
Fonte: http://www.cnbb.org.br/index.php?option=com_content&view=article&id=19183%3Adom-elias-manning-celebra-missa-de-encerramento-do-congresso-dos-frades-menores&catid=114%3Anoticias&Itemid=106

Nenhum comentário:

Os Mais Vistos