Ordem dos Frades Menores Conventuais - Custódia Provincial Imaculada Conceição - Franciscanos Conventuais do Rio de Janeiro - PAZ & BEM!!!

quarta-feira, 9 de março de 2016

Frade Franciscano é morto em tentativa de assalto no Rio de Janeiro


Por: LUIZA FRANCO*
O frade franciscano Antônio Moser, 77, morreu durante uma tentativa de assalto nesta quarta-feira (9), no Rio.
Natural de Gaspar (SC), Moser era doutor em teologia moral e, desde 1994, diretor-presidente da Vozes, a principal editora católica do país.
Ele foi baleado durante uma tentativa de assalto na rodovia Washington Luiz, que liga o Rio à cidade de Petrópolis (RJ), onde vivia.
O frade estava sozinho em seu carro, na altura de Duque de Caxias, quando foi abordado por dois assaltantes de moto, por volta das 6h10.
 
(Rafael Andrade - 11.ago.2010/Folhapress) Frei Antônio Moser, que foi morto nesta quarta-feira (9) após um assalto no Rio
Segundo o delegado Breno Carnevale, da Divisão de Homicídios da Baixada Fluminense, eles pediram que Moser parasse o carro e descesse, mas ele acelerou o veículo. Um dos assaltantes disparou contra o automóvel, e a dupla fugiu. O frade foi atingido por um tiro que entrou no ombro esquerdo e atravessou seu pulmão.

De acordo com a Polícia Civil, após a abordagem, Moser perdeu o controle do carro, colidiu com um ônibus e, em seguida, com a mureta da rodovia. Segundo a Polícia Rodoviária Federal, quando foi encontrado, o carro estava no acostamento, na altura do km 107, e Moser já estava morto.

O frade seguia de Petrópolis em direção ao aeroporto internacional do Galeão, no Rio, onde embarcaria para São Paulo para gravar o programa "Em Pauta", no canal Canção Nova, que ele apresentava desde 2005.

CARREIRA ACADÊMICA

Moser era professor de teologia moral e bioética no Instituto Teológico Franciscano, em Petrópolis, pároco da igreja de Santa Clara, na mesma cidade, e diretor do Centro Educacional Terra Santa.
Também foi professor da PUC-Rio e deu aulas na Universidade Católica de Lisboa e na Universidade de Berkeley, na Califórnia (EUA). Escreveu 27 livros. Dedicava-se aos temas de biotecnologia, bioética e sexualidade, e era associado a correntes progressistas da Igreja no Brasil. Seu livro "O Enigma da Esfinge - A Sexualidade" (Vozes, 2001) propõe ação pastoral com homossexuais.
Em 2015, foi um dos 12 brasileiros convidados para o Sínodo dos Bispos, no Vaticano, espécie de assembleia parlamentar católica, que discutiu como a igreja deve enfrentar as mudanças na família moderna.
O frade estudou filosofia e teologia em Petrópolis, cursou licenciatura em teologia em Lyon (França), e fez doutorado em teologia, com especialização em moral, na Academia Alfonsianum, em Roma.

Nesta quinta-feira (10), às 15h, será celebrada missa de corpo presente na catedral São Pedro de Alcântara. O sepultamento ocorrerá no mausoléu dos Frades Franciscanos, no Cemitério Municipal de Petrópolis.

"A vida de frei Antônio Moser foi rica e fecunda", declarou, por meio de nota, o secretário-geral da CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil) e bispo auxiliar de Brasília, dom Leonardo Steiner.
Fonte: http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2016/03/1748086-frei-antonio-moser-morre-em-tentativa-de-assalto-no-rio.shtml

Nenhum comentário:

Os Mais Vistos