Ordem dos Frades Menores Conventuais - Custódia Provincial Imaculada Conceição dos Franciscanos Conventuais do Rio de Janeiro - PAZ & BEM!!!

sábado, 28 de setembro de 2013

Encontro Vocacional e instituição aos ministérios de acólito e leitor


No dia 28/09 numa missa conventual às 7:30hs, e dentro do encontro vocacional  (com o tema: a II e a III Ordem Franciscana com a presença de 12 jovens) que se iniciou na tarde do dia 27 até a tarde do dia 29/09, os frades Luis Henrique e Willian Gomes  receberam das mãos do Custódio Provincial Frei Antônio Molisani, OFMConv aos ministérios do Acolitato e do Leitorato, tendo em vista da preparação para as ordenações clericais que estão por vir. Aproveitamos, mais uma vez, a ocasião para esclarecer um pouco o que significa as ordens menores:
Ordens menores (ministério do acolitato e leitorato)
Dentre os ministérios que, desde os primeiros séculos, se encomendavam aos cristãos, ao serviço da comunidade, alguns foram considerados como «ordens maiores», o sacramento da Ordem – episcopado, presbiterado e diaconado. Mas, desde muito cedo (já no século III). Existem, além disso, subdiáconos, acólitos, leitores, ostiários e exorcistas, além de outros ministérios que não tiveram tanta importância. Nos Ordines Romani (34 e 35) estão as estruturas da sua ordenação. O subdiaconado considerou-se, a partir do século XII, como pertencente às «ordens maiores», enquanto que se chamava «ordens menores» ao leitorado, acolitado, ostiariado e exorcistado.
Papa Paulo VI, em 1972, com o seu Motu Proprio Ministeria Quædam, decidiu rever esta prática. Estabeleceu que se suprimissem o subdiaconado, a tonsura e as «ordens menores», e que ficassem com a qualidade de «ministérios» para a Igreja universal – deixando às Conferências Episcopais o poder pedir a instituição de outros – o do Leitor e o do Acólito, à volta da Palavra e do Altar. Estes ministérios são para leigos, ou seja, não supõem a entrada no ministério ordenado, que se inicia com o diaconado. As funções dos ministérios, substitutos das ordens menores, passaram a ser conferidas por «instituição», em vez de «ordenação», que se reserva exclusivamente ao bispo, presbítero e diácono.
Para quem está no processo formativo, seja numa casa religiosa masculida (com religiosos presbíteros ou diáconos) ou num seminário diocesano, durante o curso da Teologia, os que se sentem vocacionados ao presbiterato, recebem do bispo ou do superior da Ordem ou Congregação Religiosa, esta instituição.
Após a Celebração Eucarística um solene e delicioso café da manhã foi servido para comemorar este momento importante na vida dos confrades.















Nenhum comentário:

Os Mais Vistos