Ordem dos Frades Menores Conventuais - Custódia Provincial Imaculada Conceição dos Franciscanos Conventuais do Rio de Janeiro - PAZ & BEM!!!

sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

Proclamem o nome e o Evangelho de Cristo


VATICANO, 10 Dez. 12 / 04:32 pm (ACI/EWTN Noticias).- O Papa Bento XVI fez uma especial exortação aos católicos para que proclamem o nome e o Evangelho de Cristo, fazendo-o ressonar "com claridade e audácia" em "todos os rincões da América".
O Santo Padre fez esta exortação ontem no seu discurso na Basílica de São Pedro aos participantes do congresso internacional titulado "Seguindo as pegadas da Exortação Apostólica Pós-sinodal Ecclesia in America, sob a intercessão de Nossa Senhora de Guadalupe, Estrela da Nova Evangelização e Mãe da Civilização do Amor".

Aos participantes do evento organizado pela Pontifícia Comissão para a América Latina e pelos Cavaleiros de Colombo, o Papa disse que "o amor de Cristo nos urge a dedicar-nos sem reservas a proclamar seu Nome em todos os rincões da América, levando-o com liberdade e entusiasmo aos corações de todos seus habitantes. Não há nenhum trabalho mais urgente e benéfico que este. Não há serviço maior que possamos prestar a nossos irmãos. Eles têm sede de Deus".
Recordando a exortação apostólica pós-sinodal de João Paulo II, Ecclesia in America, Bento XVI recordou que o Papa peregrino "teve a intuição profética de incrementar as relações de cooperação entre as Igrejas das Américas do Norte, Central e do Sul, e despertar uma maior solidariedade entre suas nações. Hoje, esses propósitos merecem ser retomados para que a mensagem redentora de Cristo seja colocada em prática com maior afinco e produza abundantes frutos de santidade e renovação eclesial".
"O tema que norteou as reflexões da Assembleia Especial do Sínodo dosBispos para a América, há quinze anos, pode servir também de inspiração para os trabalhos desses dias. O encontro com Jesus Cristo vivo, caminho para a conversão, comunhão e solidariedade na América. Com efeito, o amor ao Senhor Jesus e a potência de sua graça irão se enraizar cada vez mais intensamente no coração das pessoas, famílias e comunidades cristãs de suas nações para que nelas se avance com dinamismo pelos caminhos da concórdia e do justo progresso".
Por isso, continuou o Santo Padre, "é um presente da Providência a realização desse congresso logo após o início do?Ano da Fé e depois do?Sínodo dos Bispos sobre a Nova Evangelização, pois suas reflexões contribuirão valiosamente à árdua e imperiosa tarefa de fazer ressonar com claridade e audácia o Evangelho de Cristo".
"A Exortação Apostólica já mencionada apontava já a desafios e dificuldades que são ainda atuais com singulares e complexas características. Com efeito, o secularismo e diferentes grupos religiosos se expandem por todos os lados, dando lugar a numerosas problemáticas".
"A educação e promoção de uma cultura pela vida é uma urgência fundamental ante a difusão de uma mentalidade que atenta contra a dignidade da pessoa e não favorece e nem tutela a instituição matrimonial e familiar".
"Como não se preocupar com as dolorosas situações de emigração, desarraigamento ou violência, especialmente aquelas causadas pela delinquência organizada, narcotráfico, corrupção ou comércio de armamentos? Que dizer das lastimáveis desigualdades e das bolsas de pobreza provocadas pelas questionáveis medidas econômicas, políticas e sociais?", questionou o Papa.
"Todas essas importantes questões precisam de um esmerado estudo. A Igreja Católica tem a convicção de que a luz para uma solução adequada só pode vir do encontro com Jesus Cristo vivo que suscita atitudes e comportamentos cimentados no amor e na verdade. Esta é a força decisiva para a transformação do Continente americano".
Ante a urgência do trabalho evangelizador, o Santo Padre disse que "é preciso assumir esta missão com convicção e gozosa entrega, animando aos sacerdotes, aos diáconos, aos consagrados e aos agentes de pastoral a purificar e vigorizar cada vez mais sua vida interior através da sincera relação com o Senhor e a participação digna e assídua nos sacramentos".
"A isto ajudará uma adequada catequese e uma reta e constante formação doutrinal, com fidelidade total à Palavra de Deus e ao Magistério da Igreja e buscando responder às perguntas e desejos que estão no mais profundo do coração do homem. Deste modo, o testemunho da própria fé será mais eloquente e incisivo, e será maior a unidade no desempenho do vosso apostolado".
Bento XVI destacou que "um renovado espírito missionário e o ardor e generosidade do vosso compromisso serão uma contribuição insubstituível que a Igreja universal espera e necessita da Igreja na América".

"Como modelo de disponibilidade à graça divina e de total solicitude pelos outros –concluiu o Papa– resplandece nesse Continente a figura de Maria Santíssima, Estrela da Nova Evangelização, e a quem se invoca em toda a América sob o glorioso título de Nossa Senhora de Guadalupe".

Nenhum comentário:

Os Mais Vistos