Ordem dos Frades Menores Conventuais - Custódia Provincial Imaculada Conceição dos Franciscanos Conventuais do Rio de Janeiro - PAZ & BEM!!!

quarta-feira, 26 de setembro de 2012

Rio Preto ganha novo bispo.

Rio Preto amanhece com um bispo novo, o quarto, para administrar a Diocese que está vacante desde abril de 2012, quando Dom Paulo Mendes Peixoto foi nomeado arcebispo de Uberaba.

Quem assume é Dom Tomé Ferreira da Silva, bispo-auxiliar de São Paulo, responsável pela Região Episcopal do Ipiranga.

Dom Tomé tem 51 anos, assina um blog e está presente nas redes sociais (Facebook e Twiter) com quase 5 mil seguidores. É um bispo articulado. Escreve bem sobre política, com argumentação direta. Está antenado com a modernidade. Seu lema episcopal é: ‘Santidade na Verdade e na Caridade’. E ele pode se tornar arcebispo, já que na Nunciatura Apostólica, em Brasília, tramita processo de elevação de Rio Preto à Arquidiocese. Dom Tomé tem prazo de 60 dias para assumir o cargo em Rio Preto.


Nascido na cidade de Cristina (MG), em 17 de maio de 1961, filho de Sebastião e Ana Ferreira da Silva, já falecidos, ele entrou no Seminário Diocesano Nossa Senhora das Dores, em Campanha, aos 14 anos. Ordenou-se sacerdote no dia 1º de janeiro de 1987, em Cristina. Concluiu Filosofia no Seminário Diocesano São José (1982), em Três Corações, e Teologia no Instituto Teológico Sagrado Coração de Jesus, em Taubaté, (1986).

Fez Estudos Sociais e História na Universidade Vale do Rio Verde, em Três Corações. Defendeu mestrado em Roma, entre outros cursos. De volta ao Brasil, trabalhou em paróquias de Boa Esperança, Natércia, Heliodora, Conceição das Pedras e Três Corações, todas em território mineiro.

Participou ativamente de organismos diocesanos e pastorais, além de lecionar no Seminário São José, onde foi vice-reitor e reitor. Também foi professor de Filosofia no Seminário Arquidiocesano Nossa Senhora Auxiliadora, na Arquidiocese de Pouso Alegre (MG). Na CNBB, integrou o Regional Leste 2, representando a diocese de Campanha na Organização dos Seminários e Institutos Filosofico-Teológicos do Brasil e na Comissão de Liturgia.

Eleito bispo no dia 9 de março de 2005, foi sagrado no dia 13 de maio em Cristina. Assumiu cargo de bispo-auxiliar na Arquidiocese de São Paulo no dia 28 de maio de 2005. Além de bispo da Região Episcopal Ipiranga, Dom Tomé é vigário-geral da Arquidiocese de São Paulo, assessor da Pastoral Vocacional, dos Seminários e da Dimensão Missionária na Arquidiocese de São Paulo.

Fonte: Diário da Região

Nenhum comentário:

Os Mais Vistos