Ordem dos Frades Menores Conventuais - Custódia Provincial Imaculada Conceição dos Franciscanos Conventuais do Rio de Janeiro - PAZ & BEM!!!

sábado, 30 de junho de 2012

Piglio, mencionado pelo bispo e pelo povo Loppa Pai Quirico Pignalberi

Sono trascorsi già 26 anni da quando venne traslata la salma del Padre Quirico Pignalberi dal cimitero di Serrone, suo paese natale, alla Cappellina del Sacro Cuore nell’ambito del Complesso Francescano di San Lorenzo, dove il buon religioso trascorse  la maggiore parte della sua esistenza.
Padre Quirico dall’apparenza debole, dall’abito dimesso, e dall’intensa orazione seppe lasciare dietro di sè una scia di pace e di bene. Molti ancora oggi ricordano la sua opera svolta in occasione della “Guerra al prete” che afflisse per diverso tempo il paese di Trevi nel Lazio, che egli risolse aprendo la chiesa da dentro pur sapendo che fuori stavano tirando le pietre.  Padre Quirico fu grande “Maestro” di spirito: ancora oggi la maggior parte dei religiosi Francescani del Lazio hanno ricevuto da Lui la prima formazione nell’anno di noviziato. Padre Quirico fu anche scrittore. Un inventario delle sue opere, steso dopo la sua scomparsa ad Anzio (18.7.1982) enumera decine di quaderni e foglietti tra le cui righe emerge profonda dottrina teologica, parte di questa produzione è in via di pubblicazione. Il servo di Dio, Padre Quirico, che ha visto chiudersi il processo di Canonizzazione nel Luglio 2005, a motivo della sua fama di santità, è quindi uno dei tanti Beati in …anticamera facenti parte della diocesi di Anagni-Alatri la più prolifica rispetto alle altre della provincia di Frosinone, tutti in corsa per un posto in Paradiso.  Grazie alla presenza del Padre Quirico, Piglio ospitò tra le sue mura nel lontano 1937, San Massimiliano Kolbe, confondatore con il padre Quirico della Milizia dell’Immacolata che conta numerosi iscritti nelle nostre contrade ciociare.  Tutta la ciociaria guarda a padre Quirico con animo grato per tutto quello che ha fatto durante la sua vita in favore delle popolazioni ciociare con la parola e con l’esempio. G.A.P
Fonte: http://www.eccolanotiziaquotidiana.it/piglio-ricordato-da-mons-loppa-dalla-popolazione-padre-quirico-pignalberi/

quinta-feira, 28 de junho de 2012

CNBB assina Carta das Religiões sobre cuidado da Terra


Conferência Nacional dos Bispos do Brasil é signatária de uma Carta das Religiões sobre o cuidado da Terra. O documento  foi elaborado e aprovado por iniciativa da Comisssão Episcopal Pastoral para o Ecumenismo e o Diálogo Interreligioso no espaço da Coalizão Ecumênica Interreligiosa "Religiões por Direitos" durante a Cúpula dos Povos na Rio + 20.

Leia a Carta na íntegra:
CARTA DAS RELIGIÕES E O CUIDADO DA TERRA
No Espaço da Coalizão Ecumênica e Inter-religiosa "Religiões por Direitos", no quadro da Cúpula dos Povos na Rio+20 para a Justiça Social e Ambiental, contra a mercantilização da vida e em defesa dos bens comuns, os líderes religiosos do Brasil signatários, por iniciativa da Comissão Episcopal Pastoral para o Ecumenismo e o Diálogo Interreligioso da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e de Religiões pela Paz, reuniram-se para debater a relação entre as religiões e as questões ambientais.   Como resultado do diálogo, concordou-se que a agenda das religiões na atualidade não deve desconsiderar a agenda do cotidiano da vida das pessoas na sociedade e das exigências da justiça ambiental.
A agenda das religiões deve incluir os elementos que traçam os projetos do ser humano na busca de realização da sua existência e afirmar compromissos efetivos com a defesa da vida no planeta.  Religiões, sociedade e meio ambiente não são realidades distanciadas, mas estreitamente correlatas.  As tradições religiosas contribuem para a ampliação da consciência dos seus seguidores sobre os valores fundamentais da vida, pessoal, social e ambiental, orientando para a convivência pacífica e respeitosa entre os povos, culturas e credos, e destes com toda a criação.
Assim, é fundamental na agenda das tradições religiosas hoje:
a) Apresentar ao mundo o sentido da existência humana.  A humanidade vive momentos de pessimismo, com sensação de fracasso e desânimo, sobretudo nas situações e ambientes de crises econômicas, de injustiças, de violência e de guerras.
Comprometemo-nos em fazer com que as nossas tradições religiosas afirmem de modo concreto o valor da vida de cada pessoa, independente da sua condição social, religiosa, cultural, étnica e de gênero, ajudando-as na superação dos problemas que lhes afligem no cotidiano, sejam eles de caráter sócio-econômico-cultural e político, sejam eles de caráter pisíquico-espiritual.
b) Afirmar juntos o valor sagrado da vida, sobretudo do ser humano, considerando as diferenças nas formas de compreensão e de explicitação desse valor.
Comprometemo-nos em promover um efetivo respeito pela dignidade da pessoa e dos seus direitos acima de interesses econômicos, culturais, políticos e religiosos.  Afirmamos que crer em um Ser Criador implica em desenvolver uma espiritualidade que tenha compromisso com a promoção e defesa da vida human, pois o ser humano é a razão do serviço religioso que nossas tradições de fé oferecem ao mundo.
c) Promover a educação e a prática do respeito mútuo, do diálogo, da convivência pacífica e da cooperação entre as diferenças, fundamental no mundo plural em que vivemos.
Assumimos o compromisso de trabalhar para a convergência dos diferentes paradigmas culturais e religiosos dos povos, como uma possibilidade para melhor entendermos o mundo dentro de suas inter-relações e a convivência entre todos os seres humanos.
d) Explicitar mais e melhor o que já possuímos em comum.  Nossas tradições já condividem valores religiosos, como a fé em um Ser Criador, o cultivo da relação com Ele, a compreensão da origem e do fim de cada pessoa.
Comprometemo-nos a partilhar as riquezas que possuímos para fortalecer as relações inter-religiosas que possibilitam a cooperação entre os credos na solução dos problemas que afligem o nosso país e o mundo em que vivemos.
e) Discernir juntos os valores que constroem a paz no mundo.  Sabemos que a paz não é simples ausência da guerra, mas é fruto da justiça e da prática da caridade.
Comprometemo-nos na promoção da convivência pacífica entre os povos e o desenvolvimento do sentido da fraternidade e da solidariedade universal, superando todo fundamentalismo e exclusivismo, bem como o consumismo irresponsável que causam conflitos entre as pessoas e os povos.
f) Viver a compaixão para com os mais necessitados, empobrecidos e excluídos da sociedade.
Assumimos realizar juntos projetos sociais que fortalecem a solidariedade nas comunidades religiosas e na família humana.
g) Promover o valor e o cuidado da criação. Tomamos conhecimento das ameaças à vida do planeta, conseqüências dos interesses econômicos que constroem uma cultura utilitarista e consumista na sociedade em que vivemos.
Comprometemo-nos com o desenvolvimento de uma nova ética na relação com o meio ambiente, capaz de orientar novas atitudes defensoras de todas as formas de vida, sustentadas em políticas públicas de justiça ambiental e numa mística/espiritualidade que explicite a gratuidade e o dom da vida na criação.
h) Contribuir efetivamente para com as iniciativas ligadas à construção e promoção da cidadania.
Comprometemo-nos na qualificação de uma vivência religiosa dos membros de nossas tradições que favoreça o convívio social dos credos, a afirmação da tolerância e da liberdade religiosa.
i) Solicitar à Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável Rio+20 reconhecer que os imperativos morais de todas as religiões, convicções e crenças exigem o cuidado da Terra, e que a cooperação inter-religiosa é uma dimensão imprescindível para alcançarmos o desenvolvimento sustentável de toda a humanidade.
Enfim, propomos-nos a desenvolver novos comportamentos, com prevalência da ética da tolerância, da liberdade, do respeito, da dignidade, da convivência da diversidade cultural e religiosa, dos direitos humanos.  São elementos de uma ética mínima que  devemos afirmar tanto a partir de uma consciência ética secular, como da consciência das convicções religiosas que possuímos.
Rio de Janeiro, 19 de junho de 2012

Exmo. e Revmo. Dom Francisco Biasin
Presidente da Comissão Episcopal Pastoral para o Ecumenismo e o Diálogo Inter-religioso daConferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB)
Rev. Pe. Peter Hughes
Secretário Executivo do Departamento de Justiça e Solidariedade do Conselho Episcopal Latino-americano (CELAM)
Revmo. Dom Francisco de Assis da Silva
Primeiro Vice-presidente do Conselho Nacional de Igrejas Cristãs do Brasil (CONIC)
Rev. Dr. Walter Altmann
Moderador do Comitê Central do Conselho Mundial de Igrejas (CMI)
Rev. Nilton Giese
Secretário Geral do Conselho Latino-americano de Igrejas ( CLAI)
Rabino Sergio Margulies
Representante da Federação Israelita do Estado do Rio de Janeiro (FIERJ)
Sami Armed Isbelle
Diretor do Departamento Educacional e de Divulgação da Sociedade Beneficente Mulçumana do Rio de Janeiro (SBMRJ)
Ialorixá Laura Teixeira
Coordenadora Estadual do Instituto Nacional da Tradição e Cultura Afro-Brasileiras - Rio de Janeiro (INTECAB)
Irmã Jayam Kirpalani
Direitora Européia da Universidade Espiritual Mundial Brahma Kumaris
Elias Szczytnicki
Secretário Geral e Diretor Regional de Religiões pela Paz América Latina e o Caribe

quarta-feira, 27 de junho de 2012

Obra de Cimabue emprestada à uma exposição em Rieti


Comunicado da Assessoria de Imprensa dos Frades Menores de Assis

ROMA, terça-feira, 26 de junho de 2012

  Uma mostra importante – intitulada “Francisco o Santo”. Obra prima de séculos e da região de Rieti – sobre São Francisco e seu impacto histórico, artístico e espiritual na cultura da Itália Central está acontecendo em Rieti, nos museus cívicos e eclesiásticos ali presentes. Inaugurada dia 16 de junho, a mostra, que continua até 4 de novembro, pretende exaltar a figura de um homem capaz de manter intacta a força de sua personalidade no decorrer dos séculos.
“São poucos, dizem os curadores, aqueles que têm a capacidade não só de ser lembrado, mas de continuar a impactar decisivamente nas escolhas dos nossos contemporâneos, mesmo muitos séculos depois; a permanecerem protagonistas indiscutíveis da vida para aqueles que não pensam da mesma forma ou para aqueles que, mesmo apreciando o pensamento, não tem a força e a determinação para implementar as suas regras e o pensamento”.
O Museu da Porciúncula participou do projeto colocando à disposição, durante todo o período da exposição, a famosa pintura atribuída a Cimabue retratando São Francisco. Embora a autoria tenha sido muitas vezes discutida, cada vez mais, estudiosos do artista Toscano atribuem com segurança a paternidade: teria sido feita pouco antes da “Maestá” do transepto direito da Basílica Inferior de São Francisco.
Para mais informações: www.francescoilsanto.it | www.porziuncola.org 

sábado, 23 de junho de 2012

O Funeral de Frei Mariusz Paczóski, OFMConv no Vaticano

Hoje, 23 de junho de 2012 na Basílica de São Pedro, Vaticano.

A Celebração Solene foi presidida pelo bispo Gianfranco Girotti, Regente da Penitenciaria do Vaticano. Com a presença dos Cardeais Sodano, Coppa, e Sardi.

Além dos confrades da Faculdade, da comunidade dos confessores, com o Reitor, Frei Rocco Rizzo, parentes, estavam presentes numerosos Frades das Casas Gerais,  membros de vários Institutos religiosos, e leigos. Representando o Ministro geral foram a Vigário Geral, Frei Jerzy norel, e o Secretário-Geral, Frei Vincenzo Marcoli. 












O Ministro Provincial de sua província natal polonesa da Imaculada Mãe de Deus, Frei Wiesław Pyzio, deu uma homilia inspiradora.

Em uma carta de condolências enviada ao Ministro Geral da Grande Penitenciaria, o Cardeal Manuel Monteiro de Castro, transmitiu os sentimentos dos prelados, religiosos e leigos que vieram a conhecer e apreciar a humanidade, a fé e a caridade de Frei Mariusz: 

"Reverendíssimo Padre, pessoalmente, em nome da Penitenciaria, em nome do Dicastério, eu ofereço-lhe as simpatias religiosas e sinceras sobre o falecimento do Padre. Mariusz Paczóski, Sacerdote da sua Ordem, assegurando-lhe as orações e sufrágios de todos nós. 

A vida sacerdotal exemplar do Padre. Mariusz, que deu frutos muito em muitos aspectos, em que o Senhor tem sido elogiada (o seu exemplo de bondade e de sua disponibilidade permanecerá em admiração), oferece o consolo para nós que ele realmente possui a recompensa eterna. Certamente a oração para ele, vai odeia o chamado do Eterno Sacerdote, para partilhar a sua alegria! 

Para você, Reverendíssimo Padre, e à sua Ordem, esta Penitenciaria deseja expressar, junto com nossos sentimentos de condolências, a nossa profunda gratidão por ter escolhido o Padre Mariusz para trabalhar nesta pastoral, pelo qual ele certamente fez o fruto evidente da misericórdia do Senhor. 
Aproveito esta oportunidade para renovar meus sentimentos de estima."

No final da Liturgia, Frei Jerzy Norel, Vigário Geral da Ordem deu algumas palavras: 

"Queridos, este é um dia especial que o Senhor fez. Por um lado, sentimos tristeza e pesar com o falecimento do nosso confrade e amigo, o Padre. Mariusz, que há 77 anos partilhou conosco a sua jornada humana. Por outro lado, estamos cheios de sentimentos de gratidão e louvor ao Senhor pelo dom da vida e esta presença. 

Fr. Mariusz era um frade que, sem dúvida, deu dignidade à história recente de nossa família religiosa, por meio de uma bela vida, fiel e bom, e por meio do serviço em vários lugares, e de várias maneiras. Ele era um frade de muitos talentos e habilidades naturais, mas também verdadeiramente 'menor', mudo, conhecido por sua discrição e equilíbrio. 

Seu serviço como Ministro Provincial, através da Divina Providência, foi marcado por dois grandes momentos para a Família Franciscana Conventual na Polônia - Beatificação a (1971), e a Canonização (1982) de S. Maximiliano Kolbe. Ele também recebeu a graça de servir em dois lugares particularmente queridos para nós franciscanos - Assis e Roma. Seu ministério sacramental como um confessor ordinário na Basílica de São Pedro vai continuar a ser de uma memória especial para aqueles que tinham nele um diretor confessor e espiritual. 
Eu sei que ele enfrentou a doença com um espírito cristão de abandono à vontade do Senhor, e com serena fé na misericórdia de Deus. 
Em nome do Ministro Geral da Ordem dos Frades Menores Conventuais, Frei Marco Tasca, em nome do Governo da Ordem, e em nome da nossa Família Franciscana Conventual toda, dou graças ao Bom Deus Doador, de todo o bem, para a vida e serviço do Padre. Mariusz. 
Eu quero expressar nossa gratidão a Sua Santidade, Bento XVI, e às autoridades da Igreja de Roma. Aqui presentes, o Cardeal Angelo Sodano, o Cardeal Giovanni Coppa, o Cardeal Paolo Sardi, o bispo Gianfranco Girotti, e os muitos sacerdotes e amigos. Meus agradecimentos ao Cardeal Angelo Comastri, arcebsipo da Basílica de São Pedro, o Cardeal Manuel Monteiro de Castro, da Grande Penitenciaria, e  a muitos outros, por suas expressões de unidade e solidariedade neste momento de tristeza, e por suas palavras de esperança cristã e consolação. 
Agradeço a comunidade do Colégio dos Confessores do Vaticano para a atenção e cuidado fraternal que deu ao Padre Frei Mariusz durante seus anos de doença e pelo bem que fez por ele. Graças às Irmãs, ao seu médico pessoal e a todos.
Para a pessoa querida Padre Mariusz, para encerrar, eu também agradeço: você foi e continuará a ser para nós um verdadeiro irmão e pai. Que o Senhor receba a sua vida, e recompensá-lo cem vezes, como ele prometeu."


















(Tradução literal da internet)



sexta-feira, 22 de junho de 2012

Rio será sede de Centro Mundial para o Desenvolvimento Sustentável

CNO Rio+20 *
Brasil anunciou a criação do Centro Mundial para o Desenvolvimento Sustentável (Centro Rio+), um dos grandes legados da Rio+20

Como um legado concreto da Conferência, o governo brasileiro anunciou a criação do Centro Mundial de Desenvolvimento Sustentável (Centro Rio+), na manhã desta sexta-feira, 22 de junho, em cerimônia realizada no Riocentro. O evento contou com a presença da ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, e da administradora do Programa das Nações Unidas para o desenvolvimento (PNUD), Helen Clark.


O Centro Rio+ é um esforço colaborativo de parceiros, incluindo o Governo brasileiro, o Governo do estado do Rio de Janeiro, a cidade do Rio, o PNUD, outras agências da ONU, bem como representantes nacionais e internacionais de universidades, empresas e sociedade civil.



A presidenta Dilma Rousseff lembrou que “não só é possível crescer, incluir e proteger ao mesmo tempo, mas que o desenvolvimento verdadeiramente sustentável exige que isto seja feito. No PNUD, acreditamos na mesma coisa", declarou Helen Clark.



"Governos, setor privado e sociedade civil serão capazes de utilizar este Centro para aprender com as experiências dos outros, identificar pessoas e parceiros com experiências fundamentais, antecipar o planejamento e desenhar programas e políticas. O PNUD pode contribuir com sua extensa rede de experiências e especialização. Temos uma longa história de apoio ao desenvolvimento de capacidades, e um papel estabelecido como agente imparcial que pode conectar iniciativas de desenvolvimento sustentável e dar a elas ganho de escala", continuou.



Com apoio inicial de cerca de 25 instituições e um vasto consórcio internacional de parceiros, constituído por órgãos governamentais, ONGs, universidades, grupos de reflexão e empresariado, o Centro Rio+ vai facilitar a pesquisa e o intercâmbio de conhecimentos, assim como promover o debate internacional sobre desenvolvimento sustentável.



Luciano Coutinho, presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) afirmou que "a instituição se junta ao Governo brasileiro no apoio ao Centro Rio+ e felicita o PNUD e outras instituições parceiras nesta iniciativa importante, fruto da Rio+20.” “Ele vai criar um espaço único para discussão de ideias inovadoras e ações para a construção de um mundo sustentável", afirmou.



Segundo anúncio oficial do Ministério das Relações Exteriores, o Centro Rio+ "nasce com a missão de ser um centro de referência para a promoção de um dos debates que definem este século: a integração entre as dimensões econômica, social e ambiental do desenvolvimento sustentável.” O objetivo de sua criação é audacioso e busca desenvolver ativamente mecanismos novos e inovadores para envolver a participação dos governos locais, da sociedade civil, de empresas e universidades em troca de conhecimentos e discussões sobre o assunto.



O Centro Rio+ dará continuidade às discussões iniciadas pelos Diálogos para o Desenvolvimento Sustentável, que foram idealizados pelo Governo brasileiro como forma de garantir a participação ativa da sociedade civil e de especialistas.



O novo Centro terá como base o sucesso da parceria existente entre o Governo brasileiro e o PNUD: o Centro Internacional de Políticas para o Crescimento Inclusivo (IPC-IG), criado em 2004, em Brasília. Desde sua fundação, o IPC-IG tem desempenhado um papel fundamental no diálogo entre países do Sul, no âmbito de políticas de proteção e inclusão social, inovação, desenvolvimento, bem como questões rurais e de desenvolvimento sustentável em geral.


O Centro Rio+ será inicialmente hospedado pelo Instituto de Pós-Graduação e Pesquisa em Engenharia (COPPE/UFRJ) da Universidade Federal do Rio de Janeiro, no Campus da Ilha do Fundão.




A criação do Centro Rio+ recebeu inicialmente apoio das seguintes instituições:

  • Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD);
  • Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA);
  • Centro Internacional de Políticas para o Crescimento Inclusivo (IPC-IG);
  • Programa das Nações Unidas para os Assentamentos Humanos (UN-HABITAT);
  • Organização Internacional do Trabalho (OIT);
  • Instituto de Estudos Avançados, Universidade das Nações Unidas (UNU-IAS);
  • Centro Regional de Especialização em Educação para o Desenvolvimento Sustentável (RCE);
  • Governo da República Federativa do Brasil;
  • Governo do Estado do Rio de Janeiro;
  • Cidade do Rio de Janeiro;
  • Financiadora de Estudos e Projetos (FINEP);
  • Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES);
  • Centro de Gestão e Estudos Estratégicos (CGEE);
  • Instituto Global para Tecnologias Verdes e Emprego (GIGTech, COPPE / UFRJ);
  • Centro de Desenvolvimento Sustentável da Universidade de Brasília (UNB-CDS);
  • Rede de Tecnologia e Inovação do Rio de Janeiro (REDETEC);
  • Rede de Informação Tecnológica Latino-americana (RITLA / UNESCO);
  • Confederação Nacional da Indústria (CNI);
  • Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae);
  • Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável (CEBDS);
  • Fundação Brasileira para o Desenvolvimento Sustentável (FBDS);
  • BVRio (Bolsa Verde do Rio de Janeiro);
  • Reverurbano;
  • Fundação Pró-Natura.

quarta-feira, 20 de junho de 2012

Festa de São Pedro & São Paulo 2012

A paróquia São Pedro e São Paulo de Paraíba do Sul/ RJ tem a alegria de convidar para a festa de seus padroeiros! Serão dias de muita devoção, bençãos e festividades! Começando no dia 20/06 a programação religiosa e no dia 27/06 os festejos sociais!


De 20 de Junho a 1º de Julho
Parte Religiosa


Dia 20 de Junho
São Pedro e São Paulo: Que Nossas Boas Obras Glorifiquem a Deus
19h – Missa na Matriz de SPSP com Benção das Imagens presidida pelo Revmo Pe. Carlos Alberto (Betinho), Pároco da Paróquia Santo Antônio em Sapucaia – RJ.
           Liturgia a Cargo das Comunidades de Barão de Angra e Limoeiro

Dia 21 de Junho
São Pedro e São Paulo: Que Nossa Vida Seja Uma Constante Oração ao Pai
19h – Missa na Matriz de SPSP com Benção dos Idosos presidida pelo Revmo Pe Levi da Cruz, Pároco da Paróquia Santa Isabel Rainha de Portugal em Valença – RJ. 
           Liturgia a Cargo da Pastoral da Sobriedade

Dia 22 de Junho
São Pedro e São Paulo:  Que Cristo Jesus Seja Nosso Único Bem Necessário..
19h – Missa na Matriz de SPSP com Benção dos Doentes presidida pelo Revmo Pe Juvenal Aranha Neto, Pároco da Paróquia Santa Rosa de Lima em Valença – RJ.
               Liturgia a Cargo da Comunidade do Rosário

Dia 23 de Junho
São Pedro e São Paulo: Que a Providência Divina Seja Nossa Única Segurança
19h – Missa na Matriz de SPSP com Benção das Velas presidida pelo Revmo Pe Frei Dimas Tadeu OFMConv, Pároco da Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro em Juiz de Fora – MG.
           Liturgia a Cargo do Encontro de Casais Com Cristo.


Dia 24 de Junho
São Pedro e São Paulo: Que Nossa Vida Seja Caminho Que Conduz a Cristo
Missas: 7h, 9h e 18h.
19:30 – Missa na Matriz de SPSP com Benção das Gestantes e das Crianças presidida pelo Revmo Pe Frei Edson Damasceno OFMConv, Pároco da Paróquia São Pedro e São Paulo.
           Liturgia a Cargo do Movimento de Cursilho

Dia 25 de Junho
São Pedro e São Paulo: Que Pela Graça Sejamos Livres do Julgamento ao Próximo
19h – Missa na Matriz de SPSP com Benção do Sal presidida pelo Revmo Pe Décio da Silva Epifânio RCJ, Pároco da Paróquia Santa Tereza D´Ávila em Rio das Flores – RJ.
         Liturgia a Cargo da Comunidade de Sant´Ana

Dia 26 de Junho
São Pedro e São Paulo: Que as Nossas Escolhas Nos Conduzam à Vida Que é Cristo.
19h – Missa na Matriz de SPSP com Benção dos Pães presidida pelo Revmo Pe Frei Alexandre do Carmo OFMConv, Vigário Paroquial da Paróquia São Sebastião em Araruama – RJ.   
               Liturgia a Cargo da Renovação Carismática Católica



Dia 27 de Junho
São Pedro e São Paulo: Que o Evangelho de Jesus Cristo Nos Faça Dar Frutos Que Permaneçam Para Sempre
19h – Missa na Matriz de SPSP com Benção da Água presidida pelo Revmo Pe Julio Maia, Pároco da Paróquia Nossa Senhora do Patrocínio em Barão de Juparanã, Valença – RJ.
            Liturgia a Cargo da Pastoral do Batismo


Dia 28 de Junho
São Pedro e São Paulo: Que Nossas Vidas Sejam Edificadas Sobre a Rocha Firme do Amor Cristão.
19h – Missa na Matriz de SPSP com Benção dos Trabalhadores presidida pelo Revmo Pe Frei Eli Everson Majela de Carvalho, Pároco da Paróquia Salvador do Mundo no Rio de Janeiro – RJ.
            Liturgia a Cargo da Pastoral da Saúde.

Dia 29 de Junho
DIA DOS GLORIOSOS APÓSTOLOS SÃO PEDRO E SÃO PAULO
PADROEIROS DO MUNICIPIO DE PARAIBA DO SUL

05h – Alvorada Festiva, Repique de Sinos e Queima de Fogos.
08h – Missa na Matriz presidida pelo Revmo Pe. Frei Carlos Charles OFMConv. Vigário Paroquial da Paróquia São Pedro e São Paulo. Liturgia a Cargo da OFS.
10h – Missa na Matriz presidida pelo Revmo Pe Frei Luiz Fernando OFMConv. Vigário Paroquial da Paróquia São Pedro e São Paulo. Liturgia a Cargo da Pastoral do Dízimo
12h – Repique de Sinos (Matriz, Caridade, Rosário, Santa Josefa, Sant´Ana, Barão de Angra e Vieira Cortez)
15h – Missa na Matriz presidida pelo Revmo Pe Waldir de Paula Filipe, Pároco da Paróquia Santo Antônio em Paraíba do Sul – RJ. Liturgia a Cargo da Pastoral da Criança.
17h – Procissão com a Imagem de São Paulo saindo da Matriz de SPSP em direção à Praça de Alimentação onde acontece o encontro com a Imagem de São Pedro que estará vindo de Barco pelas águas do Rio Paraíba do Sul.
Queima dos Quadros de São Pedro e São Paulo
 Após o encontro as Imagens seguem para a Matriz de SPSP onde, na chegada, acontece a Missa Solene Presidida por nosso Bispo Diocesano Dom Elias Manning. Liturgia a Cargo da Pastoral Litúrgica.
                      Em todas as Missas do Dia Acontece a Benção das Chaves.


Dia 30 de Junho
DEDICAÇÃO AO SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS

18:30 – Procissão do Sagrado Coração de Jesus saindo da Casa de Caridade em Direção à Matriz de SPSP.
19h – Missa na Matriz de SPSP presidida pelo Revmo Pe Leszek Kulas SVD, Pároco da Paróquia São Sebastião em Três Rios – RJ.
            Liturgia a Cargo do Apostolado da Oração.

Dia 1º de Julho
ENCERRAMENTO DAS FESTIVIDADES
Missas na Matriz: 7h e 9h
19h – Missa em Ação de Graças pelos Benfeitores e Colaboradores da Matriz de SPSP. Liturgia a Cargo dos MECE´s.

Parte Social
De 27 de Junho a 1º de Julho

Restaurante da Igreja Servindo Todos os Dias: Risoto, Carne Seca com Aipim, Angu à Baiana, Cerveja, Refrigerante e etc.
Barraca de Doces da Dona Olivia e Cristiane (Barracão da Igreja)
Barraca de Pasteis
Pescaria
Barraca de Doces das Damas da Caridade.


O “Barracão da Igreja” estará servindo todos os dias após a Santa Missa: Churrasco, Batata Frita, Caldos, Canjica, Cerveja e Refrigerante.
PASTEL DE ANGÚ


Dia 27 de Junho – Quarta-Feira  Show com a Banda REMELEXO (volta redonda)

Dia 28 de Junho – Quinta-Feira   Apresentação da Quadrilha de ANDRADE PINTO
                                                           Show com CLAUDINEI

Dia 29 de Junho – Sexta-Feira  Show com as Duplas JOAO FLÁVIO E LUCAS  (20h)
              JOAO LUIS E JAUCINEY  (23h)
                                                                                             

Dia 30 de Junho – Sábado  Apresentação da Quadrilha O LÍRIO E A ORQUIDEA.
                                                 Show com a Dupla FABRICIO E TONI

Dia 1º de Julho - Domingo
12H – Almoço Mineiro no Restaurante da Igreja.
Cardápio: Arroz Branco, Arroz com Alho, Feijão Gordo, Linguiça, Torresmo, Mandioca Frita, Angu, Banana Frita, Farofa, Pernil à Mineira.
Sobremesas (À Parte) -  Doces Caseiros: Arroz Doce, Mamão, Laranja, Goiabada, Abóbora Com Côco, Leite e Pudim de Leite Condensado.
Valor: R$ 8,00 (Não Aceitaremos Vasilhames Caseiros).

Logo após a Missa das 19h Show com JHONNY DAVYD

VENHA. TRAGA SUA FAMILIA E PARTICIPE CONOSCO DESTA GRANDE CONFRATERNIZAÇÃO DA COMUNIDADE CATOLICA DE PARAIBA DO SUL.

Visto: Frei Edson Damasceno Bento. OFMConv.
Pároco


terça-feira, 19 de junho de 2012

O Predador Macabro Rio+20


Por: Leandro Cunha*

É inacreditável, mas o ser mais frágil do planeta é, ao mesmo tempo, o maior predador do mundo, mantem-se isolado no topo da cadeia dos destruidores da natureza. É o único animal que, literalmente, cospe no prato em que come.

Veja o nascimento de um cavalo ou de uma zebra. Logo após o nascimento, em menos de um minuto o filhote já está de pé andando com certa dificuldade, mas andando e procura, imediatamente, as tetas da mãe para se alimentar. O máximo que a mãe faz é lambê-lo para limpá-lo e estimulá-lo a dar os seus primeiros passos. E isso acontece com a grande maioria dos animais domésticos e selvagens.

Com o homem é totalmente diferente. Sua fragilidade no nascimento chega a ser um grande mistério para compreendermos como sobreviveu no início dos tempos. O homem nasce e depende dos outros durante longo período para se alimentar e só anda em torno de um ano após o nascimento.

Mesmo assim, o homem chegou ao ápice das categorias que habitam o planeta, dominando-o e fecundando-o. Mas a que custo ? A incoerência se destaca : o animal dito “racional” age de forma irracional; os demais animais, os irracionais, agem de forma racional. Você já viu algum outro animal “destruindo” o planeta ?

Estamos em plena semana de um evento internacional de suma importância para o mundo: a Rio + 20. Reunião em que vários países se encontram para discutir o futuro da Terra em termos de meio ambiente, desenvolvimento e sustentabilidade. Isso começou há 20 anos, aqui mesmo no Rio de Janeiro. E o que aconteceu depois ? Praticamente nada, muito pouco em comparação com o quadro sombrio que o futuro nos reserva.

O homem é o rei dos animais. Predador macabro, é o único animal que mata por prazer e destrói por ganância, raiva, ignorância e poder. Os demais animais matam em duas circunstâncias : para se alimentarem e para protegerem o seu território.

A arrogância do homem é tão grande que ele não percebe que o planeta é um ser vivo e autônomo. Que o planeta corre sérios riscos em razão da estupidez de comportamento do homem, isso é um fato. Mas, algumas pessoas acreditam, mesmo, que o homem pode destruir o mundo. Ridículo ! Segundo os cientistas a Terra tem mais de 4 bilhões de anos de existência. E o homem existe a quanto tempo ? É o homem quem habita a Terra e não a Terra que habita o homem. O planeta é sábio, inteligente e prudente.

No momento em que a Terra se sentir “ameaçada” pelo homem ela se encarregará de exterminá-lo. Isso se chama “legitima defesa”, pois a biodiversidade não pode ser comprometida pelas ações de um egocêntrico.

Não acredito que possa sair algo positivo e lucido dessa nova reunião mundial chamada Rio + 20. Novamente prevalecerá a hipocrisia, a demagogia e o famoso e terrível “marketing”. Não há interesse político para se fazer algo sério, honesto e eficiente. As autoridades só se interessam por lucros e poder. E o povo ? O povo que se dane !

Onde abunda autoridade escasseia ALTERIDADE !





*Leandro Cunha é escritor, bacharel em Direito e graduando em Teologia na PUC-Rio.




Copyright © 2012. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

sábado, 16 de junho de 2012

Rio+20 Programação Franciscana


É importante que toda a sociedade tome ciência deste evento - Rio+20 - que reunirá representantes de diversos países para discutirem meios de tornar o planeta um excelente lugar para para se viver. Paralelamente ao Rio+20, a Cúpula dos Povos (organização da sociedade civil global) promoverá eventos entre os dias 15 e 23 de junho.



          Veja abaixo a agenda franciscana na Cúpula dos Povos:
Dia 16/06 (sábado) 14h - Caminhada na Rocinha. Concentração no Largo das Flores (São Conrado) e em seguida caminhada até a Igreja dos OFM. Ir com camisas, faixas e bandeiras.

Dia 17/06 (Domingo) 10h - Celebração Eucarística na Catedral do Rio. Das 18 às 23h. Vigília inter-religiosa no Aterro do Flamengo.

Dia 18/06 (segunda-feira) 10h – Seminário Por Justiça Social e Ambiental e Contra a Mercantilização da Vida com o Leonardo Boff e outros nomes na Tenda Religiões por Direito. Após o debate terá um encontro com todos franciscanos e franciscanas na mesma tenda.

Dia 20/06 - (terça-feira) 14h – “Marcha da Cúpula” - Concentração na frente do Banco do Brasil atrás da Igreja da Candelária. 18h – Reunião da Família Franciscana com os irmãos Franciscanos da Cúpula no Colégio Regina Coeli, no bairro da Usina na Tijuca. Destinado a todos as irmãs e irmãs na luta pela sustentabilidade do planeta.



OBS: Durante os dias 15 a 23 de junho muitas outras atividades vão acontecer no Aterro, inclusive as grandes assembleias de convergências.

CONFIRA OUTRAS ATIVIDADES FRANCISCANAS NA RIO+20:
http://sinfrajupe.files.wordpress.com/2012/06/programac3a7c3a3o-franciscana-na-cupula-dos-povos.pdf

Locais das conferências:

Da Barra da Tijuca ao centro, vários locais da cidade do Rio de Janeiro estarão envolvidos na realização da Conferência Rio+20 e eventos relacionados. Veja abaixo.

BARRA DA TIJUCA

Pavilhões da Riocentro na Barra da TijucaRiocentro
O Riocentro será, durante a Rio+20, perímetro das Nações Unidas. No local, serão realizadas as sessões plenárias e negociações oficiais da Conferência. Ademais, lá serão realizados os “Diálogos para o Desenvolvimento Sustentável”, série de debates em que a sociedade civil discutirá temas prioritários da agenda internacional para o desenvolvimento sustentável. Haverá ainda espaços para eventos paralelos da sociedade civil durante o período de negociações oficiais. O acesso ao local depende de credenciamento junto à ONU, responsável pela coordenação dos eventos oficiais da Conferência.

Avenida Salvador Allende, 6555. Barra da Tijuca. 

 Parque dos Atletas
Essa grande área livre em frente ao Riocentro será dedicada a exposições governamentais e intergovernamentais. No local, serão montados pavilhões e 
Imagem aérea do Parque dos Atletas
exposições de países estrangeiros, de organizações internacionais e do Governo brasileiro, representado em suas diferentes instâncias (municipal, estadual e federal) e Poderes (Legislativo, Executivo e Judiciário). Destaca-se o Pavilhão Brasil, em que serão apresentados programas e projetos do Executivo Federal para a promoção do desenvolvimento sustentável. O Parque dos Atletas será ainda um espaço de debate, com a realização de seminários, palestras e mesas-redondas. Empresas parceiras também se farão presentes com demonstrações de inovação e gestão no campo da sustentabilidade.

  Avenida Salvador Allende, s/n. Barra da Tijuca.


Arena da Barra e arredores
Arena da BarraA estrutura multifuncional da Arena da Barra será o grande espaço de concentração da sociedade civil nas proximidades do Riocentro. Suas salas, auditórios e ginásio abrigarão palestras, seminários e outras atividades da sociedade civil, bem como servirão de centro de retransmissão dos eventos do Riocentro e demais locais da Conferência.

 Avenida Embaixador Abelardo Bueno, 3401. Barra da Tijuca

CENTRO

Vista aérea do Parque do FlamengoParque do Flamengo
Local histórico por ter abrigado eventos da sociedade civil na Rio-92, o Parque do Flamengo será novamente utilizado para a realização da Cúpula dos Povos. A organização do evento está sob a responsabilidade do Comitê Facilitador da Sociedade Civil para a Rio+20. Informações adicionais podem ser obtidas no endereço eletrônico da Cúpula dos Povos.




Vista aérea do Museu de Arte ModernaMuseu de Arte Moderna (MAM) 

Durante a Conferência, as galerias do Museu abrigarão exposições temáticas de renomados artistas brasileiros e mostra da campanha “O Futuro Que Queremos”. A cinemateca receberá palestras e seminários organizados pela sociedade civil e mostra de filmes na temática do desenvolvimento sustentável. O Museu receberá ainda a Arena Socioambiental, série de eventos coordenados pelo Ministério do Desenvolvimento Social.

VivoRio

Essa casa de espetáculos receberá durante a Rio+20 concertos e outros eventos culturais patrocinados pelos parceiros do evento, além de servir de área para debates da sociedade civil organizados no âmbito da Cúpula dos Povos.

 Av. Infante Dom Henrique , 85 - Parque do Flamengo

Vista aérea de galpões do Pier Mauá

Pier Mauá

Localizado em área central e de fácil acesso, o Píer Mauá será destinado a apresentações sobre inovação, tecnologias sustentáveis e programas de sustentabilidade. Serão apresentados e divulgados projetos do Governo Federal, da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) e da sociedade civil na seguinte disposição:

  • Armazém 1: Sociedade Civil
  • Armazém 2 : Ministérios da Saúde, do Desenvolvimento Agrário, das Comunicações e da Integração Nacional
  • Armazém 3: Finep
  • Armazém 4: Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação.

Avenida Rodriguez Alves, 10. Praça Mauá

Imagem aérea do Galpão da Cidadania

Galpão da Cidadania

Localizado nas proximidades do Píer Mauá, o Centro Cultural de Ação da Cidadania receberá uma série de eventos culturais organizados pelo Ministério da Cultura. Serão organizados seminários, apresentações musicais, exposições, oficinas, mostras de audiovisual e de gastronomia com enfoque na sustentabilidade, entre outros encontros nas mais diversas áreas culturais. A Cultura Rio+20 é um espaço para a reflexão e debate sobre a importância da cultura como eixo estratégico do desenvolvimento sustentável. Confira a programação especial do Ministério da Cultura no endereço http://www.cultura.gov.br/riomais20/


Avenida Barão de Tefé 75, bairro da Saúde 

Veja abaixo um mapa com todos os locais da Conferência:

Mapa dos locais da Conferência no Rio de Janeiro

Barra da Tijuca

A) Riocentro
B) Parque dos Atletas
C) Arena da Barra

Centro
D) Museu de Arte Moderna
E) Arena do MAM
F) Pier Mauá e Galpão da Cidadania

Os Mais Vistos