Ordem dos Frades Menores Conventuais - Custódia Provincial Imaculada Conceição - Franciscanos Conventuais do Rio de Janeiro - PAZ & BEM!!!

terça-feira, 8 de novembro de 2011

Perfil do Beato João Duns Scotus, segundo Bento XVI

Bento XVI traçou um perfil deste bem-aventurado da Igreja com as seguintes palavras:

“Dotado de uma inteligência brilhante inclinada à especulação, que lhe valeu o título de ‘Doutor sutil’, o Beato João Duns Scoto pode ter a sua vida resumida nas palavras de uma antiga inscrição que se encontra em seu túmulo: “A Inglaterra o acolheu; a França o instruiu; Colônia, na Alemanha, conserva os seus restos; na Escócia ele nasceu”.
Atraído pelo carisma de São Francisco de Assis, ingressou na Ordem dos Frades Menores, caracterizando a sua vida e pensamento por um forte cristocentrismo, pela defesa da Imaculada Conceição de Maria e por um profundo amor ao Papa. Sobre o Filho de Deus, alegava que este teria se encarnado mesmo sem que a humanidade tivesse pecado, uma vez que a Encarnação estaria projetada desde a eternidade por Deus Pai no seu plano amoroso. De fato, esse amor imenso de Deus se revelaria na Paixão salvífica de Cristo e na Eucaristia, da qual Duns Scoto afirmava ser o sacramento da Unidade e da Comunhão que leva a nos amar uns aos outros e amar a Deus como Sumo Bem comum. Seguindo o sensus fidei do Povo de Deus desenvolveu o argumento da “Redenção Preventiva” segundo a qual a Imaculada Conceição representa a Obra prima da Redenção operada por Cristo, ao preservar Maria da mancha do pecado original.
Morreu ainda jovem, com fama de santidade, legando um número relevante de obras”.
Embora tenha falecido aos 43 anos, João Duns Scoto deixou muitas e profundas reflexões.
Logo após a sua morte, o povo e os franciscanos começaram a venerá-lo como santo. O Papa João Paulo II o declarou bem-aventurado em 1993, definindo-o “cantor do Verbo encarnado e defensor da Imaculada Conceição de Maria”.
Em seguida, Bento XVI dirigiu cumprimentos a todos os grupos presentes, especialmente os membros da Congregação da Santa Cruz; os Filhos da Imaculada Conceição e as Pequenas Apóstolas da Redenção, em Capítulo Geral. O Papa saudou também os peregrinos que vieram a Roma visitar os túmulos dos Apóstolos Pedro e Paulo, “para que se reforcem na fé e no entusiasmo, testemunhem a esperança cristã e amem o próximo”.
Fonte: Rádio Vaticano

Um comentário:

Grupo de Oração Discípulos de Cristo disse...

Blog lindo!

Se puder nos siga, que já estamos seguindo você!
Somos um Grupo de Oração que busca a intimidade com Deus através da prática da oração sem perder a identidade jovem. Temos momentos aonde nos encontramos com Deus, em diálogos, partilhas e afins.

Os Mais Vistos