Ordem dos Frades Menores Conventuais - Custódia Provincial Imaculada Conceição dos Franciscanos Conventuais do Rio de Janeiro - PAZ & BEM!!!

sábado, 10 de setembro de 2011

O eterno "11 de setembro" africano!

Por Renato Fragoso*




Na última segunda-feira (05/09) chamou  minha atenção à informação de que nos próximos anos 780 mil crianças morrerão na Somália por causa das restrições alimentares segundo dados da UNICEF caso nada seja feito para mudar essa situação. Veja bem:  só crianças são 780 mil  somadas  à 3 milhões e 200 mil adultos aproximadamente.

Sem petróleo, sem diamantes, sem riquezas naturais que faça daquele território um lugar lembrado pelas grandes economias mundiais, muitos irmãos nossos vivem ainda mais dramaticamente a filosofia do que “ao nascermos já começamos a morrer”. Não temos como pensar em direitos humanos numa realidade como essa, porque o que vemos ali é que o único “direito humano” que se têm é o de morrer de fome e abandonado.

Enquanto isso, o mundo todo volta seus olhares a cada ano para o tal do 11 de Setembro numa referência ao grande atentado que destruiu as Torres Gêmeas, símbolo de um império que ostenta o título de “dono do mundo”. Somando todos os mortos no 11 de setembro isso não representa 10% do número de pessoas que estão condenadas à morte e que nós nada ou pouco fazemos para evitar. Quanto vale uma vida humana? A vida humana de um norte americano vale mais do que a vida de um esquecido da Somália? Hipocrisia demais!

A vida humana perdeu de fato sua dignidade, o que antes era inviolável hoje é violável, e àquilo que era inalienável já é passível de alienação dependendo das “razões” que motivam tal negociata. Em nenhum momento quero aqui desvalorizar o acontecimento do 11 de Setembro, mas apenas manifestas a minha indignação da forma como a mídia explora o acontecimento “a partir dos seus próprios interesses” que quase sempre se fundamenta no enriquecimento  das grandes empresas de comunicação ou manutenção de poderes corruptos e viciados.

A mobilização mundial  de solidariedade ao povo norte americano na queda das “Torres Gêmeas” foi notável e digna de reconhecimento, mas,  e os nossos negros somalinos o que estamos fazendo por eles? O que nossas mídias estão fazendo para ajudar? E nós em nossas casas, aqui mesmo no nosso torrão o que fazemos para mudar a nossa cultura de desperdício enquanto tantos passam fome?


Se muitos passam fome e são privados de sua dignidade é justamente fruto de impérios construídos a partir do modelo representados pelas Torres Gêmeas. Elas permaneciam em pé à custa de muitos, violados em seus direitos. Aqui no Brasil também temos “duas torres gêmeas” em Brasília que se revestem do mesmo significado: sustentadas na corrupção e na imoralidade de nossos políticos e administradores. Aqui também muitos morrem, muitos passam fome, muitos não tem atendimento médico e ainda são tratados como “esterco”, pisados e jogados nas fossas construídas pelas estruturas injustas e de morte da política brasileira.

Já se foram 10 anos desde aquele dia que o mundo parou, quantos morreram? Quantos continuam morrendo… esquecidos naquele território presente no mapa e esquecido pelas nações…
O 05, 06, 07, 08, 09,10... de setembro, outubro, novembro…. Ninguém lembra e quando lembra é tudo muito tímido. Enquanto isso, a cada dia muitos morrem de fome, mortes essas que poderiam ser evitadas se nós fossemos mais humanos e capazes de ver a “globalização” também como responsabilidade mútua uns pelos outros.

Quem são os somalinos aí de sua querida “Ipiranga”? Porventura algum império que se mantém de pé à custa da corrupção e do desrespeito aos direitos básicos  tais como a saúde, educação, etc. Por acaso olhando o seu contexto observa-se o estágio avançado de algumas “torres pessoais” que se erguem passando por cima de tudo e de todos?
Você pode ser um Líder pacífico a partir do momento que reagir contra o “sistema” imposto pelos grandes impérios midiáticos e políticos corruptos. SE VOCÊ NÃO PODE MUDAR O MUNDO, MUDE O SEU MUNDO! Certamente, pertinho de você existem oprimidos e opressores que precisam ser defendidos e combatidos respectivamente. VOCÊ tem o poder em suas mãos… e tudo passa por suas escolhas.
                   (Não esqueçe de dar "pause" na Rádio no fim da página para ouvir este vídeo)

Você quiser ajudar concretamente os somalinos faça depósito em uma das seguintes contas:
Banco do Brasil: AG. 3475-4, C/C 26.116-5
Caixa Econômica Federal: AG. 1041, OP. 003, C/C 1751-6
Banco Bradesco: AG. 0606-8, C/C 187587-6
*para DOC e TED o CNPJ é: 33.654.419/0001-16
Maiores informações: www.caritas.org.br



FONTE DO TEXTO: 
 http://vozdeipiranga.com/2011/e-o-05-de-setembro/

Link Curto: http://vozdeipiranga.com/?p=3960





* Renato Fragoso é cronista, formado em Direito, e graduando em Teologia no Piauí.


Os Mais Vistos