Ordem dos Frades Menores Conventuais - Custódia Provincial Imaculada Conceição - Franciscanos Conventuais do Rio de Janeiro - PAZ & BEM!!!

sexta-feira, 25 de março de 2011

Lectio Divina 3º Domingo da Quaresma

LECTIO DIVINA - Domingo 27 de março de 2011

3º Domingo da Quaresma Ano A

Texto Bíblico: João, 4, 5-42

Jesus com os discípulos chegou à cidade da Samaria chamada Sicar, onde se acha o poço de Jacó. Cansado da viagem, Jesus sentou-se junto ao poço. Era quase meio dia. Chega uma mulher da Samaria para tirar água. Jesus lhe pede: Dá-me de beber. Seus discípulos tinham ido à cidade para comprar o que comer. A mulher, samaritana, disse: Como? Tu, um judeu, me pedes de beber a mim, uma samaritana? (Os judeus, não se davam com os samaritanos.) Jesus respon­deu: Se conhecesses o dom de Deus, e quem é que te diz: 'Dá-me de beber', tu é que lhe pedirias e ele te daria água viva. A mulher disse: Senhor, não tens um balde, e o poço é fundo; como vais tirar a água? Serias maior que Jacó, que nos deu o poço? Jesus respon­deu: quem bebe desta água ainda terá sede. Mas quem beber da água que eu lhe der nunca mais terá sede. Esta água será nele uma fonte para a vida eterna". A mulher disse: Senhor, dá-me essa água, para que eu não tenha mais sede e não precise vir aqui tirar água". Jesus lhe disse: Vai, chama o teu marido e volta aqui. A mulher respondeu: Não te­nho marido. E Jesus: dizes bem: 'Não tenho marido'; tiveste cinco, e o que tens agora não é teu marido. Senhor, disse a mulher, vejo que és um profeta. Nossos pais adoraram sobre esta montanha, e vocês afirmam que é em Jerusalém que se deva adorar." Jesus lhe disse: Acredita-me, mulher, vem a hora em que nem nesta montanha, nem em Jerusalém adorarão o Pai. Vocês adoram o que não conhecem. Nós adoramos o que conhecemos, pois a salvação vem dos judeus.Mas vem a hora, e é agora, na qual os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e verdade. Deus é espírito, e os que o adoram devem adorar em espírito e verdade. A mulher disse: Eu sei que o Messias, o Cristo deve vir. Quando vier, eles nos anunciará todas as coisas. Jesus lhe disse: Sou eu, eu que estou falando a ti. Nisso, os discípulos chegaram. Espantaram-se vendo Jesus falar com uma mulher; mas ninguém disse: Por que lhe falas? A mulher, largando o cântaro foi à cidade e disse ao povo: Venham ver um homem que me disse tudo o que eu fiz Não seria ele o Cristo? Eles vieram ter com ele. Os discípulos insistiam: Rabi, come! Ele disse: Eu tenho para comer um alimento que vocês não conhecem. O meu alimento é fazer a vontade daquele que me enviou e realizar a sua obra. Muitos sa­maritanos daquela cidade tinham acredi­tado nele por causa da palavra da mulher que afirmava:"Ele me disse tudo o que eu fiz. E pediram que fi­casse entre eles. E ele ficou lá dois dias. Mais numerosos foram os que creram por causa da própria palavra de Jesus. Diziam à mulher: Não é somente por tuas palavras que nós cremos; nós o ouvimos e sabemos que ele é verdadeiramente o Salvador do mundo.

l – LEITURA: O que diz o texto?

Indicações para a leitura:

Como vão os compromissos quaresmais de oração e penitência? Esperamos que vocês estejam se preparando muito bem neste tempo de graça e de reconciliação.

Jesus, no calor do sol, estava sentado junto ao poço de Jacó ao meio-dia. Descansava. Seus discípulos foram buscar comida. Em seguida aparece uma mulher com a qual Jesus inicia um diálogo. Pensemos no encontro de Jesus com esta mulher. Analisemos passo a passo, devagar, a conversa, a inteligência da samaritana e a sabedoria de Jesus, sua proposta.

Perguntas para a leitura:

* Qual o conceito dos judeus ao que não são da sua raça?

* A mulher samaritana se refere a que tipo de água?

* Quais são as características da água da qual fala Jesus?

* Que pretendia Jesus ao falar dos cinco maridos da mulher?

* Que significa adorar a Deus em espírito e verdade?

* Por que Jesus foi ouvindo e respondendo àquela mulher?

* Qual foi o final de toda esta conversa? E para o povo da cidade?

2 – MEDITAÇÃO: O que me diz o texto? O que nos diz o texto?

* Aproximo-me com regularidade para beber da Palavra que é fonte de vida?

* Em que uso meu tempo e que me impede de aproximar-me?

* Que farei na quaresma para aproximar-me mais da fonte de vida eterna?

* Desprezo ou excluo alguém? Que faz Jesus com quem não é do seu povo e não crê nele?

3 – ORAÇÃO: O que digo a Deus? O que dizemos a Deus?

Senhor, ajuda-nos a interiorizarmos tua palavra. Queremos ser melhor à luz do teu amor.

Ajuda-nos a aproximar-nos da fonte de água viva. A fonte de água que mata a sede para sempre.

Dá-nos a graça de te aceitarmos como o Senhor das nossas vidas.

Assim como fez a samaritana, dá-nos força para renunciar aos nossos falsos deuses.

Queremos reconhecê-Lo como o único e verdadeiro. Amém.

4 – CONTEMPLAÇÃO: Como interiorizo a mensagem? Como interiorizamos a mensagem?

* Relembre o evangelho de hoje e imagine a mulher samaritana colocando Jesus à prova.

* Imagine também Jesus, que com sabedoria e paciência, consegue converter esta mulher depois de uma conversa cheia de amor e ternura.

* Reflita a respeito das palavras Jesus a esta mulher e a capacidade de respeito que caracteriza Jesus em cada ocasião de encontro com as pessoas de outra raça ou religião.

5-AÇÃO: Com o que me comprometo? Com o que nos comprometemos?

Propostas pessoais:

* Não envolver-me em discussão por causa da fé. Tentar convencer outras pessoas com o testemunho da própria vida.

* Orar pelos que não conhecem a Jesus e orar pelas vocações missionárias.

Propostas comunitárias:

* Reunir-nos com outros para refletir sobre os perigos da sociedade (drogas, dinheiro fácil, irresponsabilidade sexual etc.) e fazer uma oração por aqueles que por servir aos interesses deste mundo, pouco se importam com o Senhor;

* Realizemos uma visita ao Santíssimo pedindo por todos os que não se aproximam de Deus e depositam suas confianças em fontes que não saciam.


Fonte: Mitra Diocesa de Petropolis-RJ

Nenhum comentário:

Os Mais Vistos