Ordem dos Frades Menores Conventuais - Custódia Provincial Imaculada Conceição dos Franciscanos Conventuais do Rio de Janeiro - PAZ & BEM!!!

quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

Lectio Divina 8º Domingo do Tempo Comum

LECTIO DIVINA - Domingo 27 de fevereiro de 2011

8º Domingo do Tempo Comum Ano A

TEXTO BÍBLICO: Mateus 6,24-34

Um escravo não pode servir a dois donos ao mesmo tempo.Vocês não podem servir a Deus e ao dinheiro. Não se preocupem com a comida e bebida para viver, nem com a roupa para se vestir. A vida não é mais importante que a comida? E o corpo não é mais importante que as roupas? Os passarinhos que voam pelo céu: não semeiam, não colhem, nem guardam comida. O Pai de vocês, que está no céu, dá de comer a eles. Vocês valem muito mais que os passarinhos. Nenhum de vocês pode aumentar sua vida, por mais que se preocupe com isso. Por que vocês se preocupam com roupas? Vejam como crescem as flores do campo: elas não trabalham, nem fazem roupas. Nem o rei Salomão, tão rico, usava roupas tão bonitas como essas flores. É Deus quem veste a erva do campo, que hoje dá flor e amanhã desaparece. Ele vestirá vocês, que têm uma fé tão pequena! Não perguntem: Onde vamos arranjar comida? ou Onde arranjar bebida? ou roupas? Os pagãos estão sempre procurando essas coisas. O Pai de vocês sabe que vocês precisam de tudo isso. Portanto, ponham em primeiro lugar na sua vida o Reino de Deus e aquilo que Deus quer, e Ele lhes dará todas essas coisas. Não fiquem preocupados com o dia de amanhã. O dia de amanhã trará as suas próprias preocupações. Para cada dia bastam as suas próprias dificuldades.

l – LEITURA: O que diz o texto? Indicações para a leitura.

A Palavra de Deus tem temas distintos,bem relacionados: Vers.24: a atitude diante do dinheiro e das riquezas; Vers. 25-31: confiança em Deus que sempre cuida de seus filhos; Vers. 32-34: a obediência a Deus como Senhor de nossas vidas.

A 1ª. parte é não se pode servir a Deus e ao dinheiro. Jesus não se refere à quantidade de riquezas, mas à atitude que se tem diante destas. Mesmo quando as riquezas são poucas, estes podem amarrar o coração do ser humano. Doutro lado existem pessoas que têm muita riqueza, que não se deixam escravizar por estes, mas colocam Deus acima de tudo e buscam partilhar seus bens.

A 2ª parte: Somos convidados a confiar em Deus. Vendo como Deus "cuida" das plantas e dos animais descobriremos qual deve ser nossa atitude diante Dele. Para Deus valemos muito, mais que plantas e animais, por isso Ele cuida bem de nós. O que fazer? Confiar Nele... Por mais esforços que façamos não vamos aumentar um dia a mais à nossa vida. Devemos "abandonar-nos" em Deus e ensinar isso aos outros.

Por último, a atitude a qual somos chamados é: Deus é Senhor de nossas vidas e obedecemos à sua Palavra. Nossa vida é "assegurada" pela presença do bem e do amor apesar das dificuldades do nosso mundo.

Curiosidade: chamamos por "Divina Providência" a ação de Deus que não permite que nos falte nada do necessário à nossa vida. Em meio às dificuldades, quando pensamos que não conseguiremos, Deus sempre nos dá Sua força para continuarmos adiante.

Outros textos para comparar: Mt 5,1-3; Lc 16,13 e 12,22-31.

Perguntas para a leitura:

* Por que não trabalhar para dois senhores ao mesmo tempo? O que aconteceria?

* De que coisas não devemos preocupar-nos em nossa vida?

* Por que não devemos pôr no centro da vida a preocupação com o que comer?

* O que devemos aprender com as "flores do campo"?

* Como Deus trata aos seres humanos? Por que confiar?

* Que é Divina Providência?Por que Deus deve ser único Senhor de nossa vida?

* Devemos obedecer à Palavra de Deus? Por quê?

2 – MEDITAÇÃO: O que me diz o texto? O que nos diz o texto?

* Em minha vida como se manifesta a relação entre Deus e as riquezas? Busco ter o Senhor como centro da minha vida?

* A que dou mais importância na minha vida?

* Vivo na sociedade de consumo: Dou valor às "marcas" de roupas e objetos?

* Confio em Deus, que cuida e protege seus filhos dando o que necessitam?

* Que aprendo com o ensinamento de Jesus sobre as flores do campo?

* Deixo-me guiar por Deus? Confio na Providência Divina?

* Aceito a Deus como único Rei e Senhor? Busco obedecer a Palavra de Deus?

3 – ORAÇÃO:

Utilizemos este Salmo para responder a Deus que nos falou em sua Palavra:

Senhor Deus, tenho inimigos que se viram contra mim! Dizem: "Deus não o ajudará!" Mas tu, Senhor, me proteges e renovas a minha coragem. Eu chamo o Senhor e ele me responde. Eu me deito, e durmo tranquilo, e acordo porque o Senhor me protege. Não tenho medo dos que me ameaçam. Vem, Senhor! Salva-me! Tu humilhas os maus e acabas com o seu poder. És tu que dás a vitória. Senhor, abençoa o teu povo.

4 – CONTEMPLAÇÃO: Como interiorizo a mensagem? Como interiorizamos a mensagem?

Para a contemplação propomos a oração vocal: Senhor Jesus, colocamos em tuas mãos nossas vidas. Queremos confiar em tua Divina Providência, sermos humildes e simples, para escutarmos e obedecermos tua Palavra, para ter-Te como centro da vida, deixando em segundo lugar as riquezas e posses deste mundo. Queremos amar-Te e ser-Te profundamente fieis. Amém, amém.

5 - AÇÃO: Com o que me comprometo? Com o que nos comprometemos?

Proposta pessoal:

Escolher algum dos bens e riquezas que possuo para partilhá-lo com os outros membros da família ou da comunidade.

Mons. Paulo Daher

Vigário Geral da Diocese de Petropolis

Proposta comunitária:

Pensar outras pessoas numa maneira prática para atender e socorrer de maneira particular as pessoas que menos tem. Será um sinal de querer partilhar as próprias "riquezas" (poucas ou muitas) com os demais.

Nenhum comentário:

Os Mais Vistos