Ordem dos Frades Menores Conventuais - Custódia Provincial Imaculada Conceição dos Franciscanos Conventuais do Rio de Janeiro - PAZ & BEM!!!

terça-feira, 9 de novembro de 2010

Crônica:

Jesus : um “bon vivant” ?

Por: Leandro Cunha* (29/10/2010) 

Durante a excelente Semana Teológica na PUC-Rio, um dos palestrantes fez a seguinte pergunta : - Seria Jesus um “bon vivant” ? Ele fez esse questionamento sem a menor intenção de ferir susceptibilidades ou criar constrangimentos. De forma respeitosa, fez a observação dentro de um contexto maior da sua palestra.

Mas eu fiquei com isso na cabeça, ruminando a pergunta noite e dia. Fui buscar informações. O que quer dizer “bon vivant”, qual o seu significado ? E obtive uma resposta que abriu, mais ainda, o meu coração.

Bon vivant” é uma pessoa de espírito jovial e que aprecia os prazeres da vida.

Ora, não seria esse mais um dos maravilhosos ensinamentos de Jesus ? Viver com espírito jovem e saber apreciar a vida. A vida é um presente de Deus, que nos é dado junto com a liberdade de vontade. Viver não tem nada a ver com sofrimento, quem gosta de sofrer é masoquista. Vida é dom, é dádiva, é presente e presente é algo muito bom !

Ao longo dos últimos 2.000 anos aprendemos de tudo, menos apreciar a vida. Que vida é essa ? Somos escravos da inveja, da cobiça, do ciúme, da ganância, da raiva, da ignorância, do medo, da violência física e mental, do abuso de poder, da covardia, da arrogância e outros “bichos”. Isso é vida ?

Olhe ao seu redor, o que você vê ? Olhe os nossos hospitais públicos, a educação pública, a segurança pública, a favelização, as moradias, o transporte público, os presídios, a fome, a miséria, a exploração do homem pelo próprio homem e o desrespeito ao ser humano em geral. É assim que se aprecia a vida ?

Ao longo da história os valores mudaram. Agora, “a cobiça transformou-se em ambição; aborto transformou-se em liberdade de escolha; abuso de poder transformou-se em negociação política; pornografia transformou-se em liberdade de expressão; humilhar o ser humano transformou-se em coisas do destino... Cruzes ! Você chama isso de civilização ?

Para ser um “bon vivant”, como Jesus, é preciso colocar o “foco” nele, em sua mensagem, em suas atitudes, em seus milagres, em suas palavras. Você só será verdadeiramente um “bon vivant” quando viver com amor, justiça e misericórdia. Quando aprender a “amar ao próximo como a si mesmo!

Alguém disse que Jesus não fazia parte do “circulo produtivo”, pois era andarilho, comia e bebia com publicanos e prostitutas. Tipica leitura distorcida. Hoje, somos avaliados e julgados pela participação na cadeia produtiva. Caramba ! Se sou produtivo, faço parte da sociedade, caso contrário sou vagabundo.

Valemos pelo fator material, o fator espiritual não tem significado algum. Mas gostei da novidade, que tal ser um “bon vivant” ao estilo Jesuano ?



*Leandro Cunha é escritor e graduando no curso de Teologia na PUC-Rio

Nenhum comentário:

Os Mais Vistos