Ordem dos Frades Menores Conventuais - Custódia Provincial Imaculada Conceição - Franciscanos Conventuais do Rio de Janeiro - PAZ & BEM!!!

quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Devocional I : Santos Anjos

Suplica Ardente aos Santos Anjos   (Fonte: Blog do Pe Luizinho)
+ Faz-se três vezes o sinal da Santa Cruz, em honra a SANTÍSSIMA TRINDADE
+ Reza-se um ato penitencial 
 (“Confesso a Deus Todo Poderoso que pequei muitas vezes por pensamento e palavras, atos e missões, por minha culpa, minha tão grande culpa – batendo no peito – Peço a Bem-Aventurada sempre Virgem Maria e a São José, Seu castíssimo esposo, e aos Anjos e Santos que rogueis e intercedeis por mim junto a Deus Nosso Senhor…”).
DEUS UNO e TRINTO, Onipotente e Eterno! Antes de recorrermos aos Vossos servos, os Santos Anjos, prostramo-nos na Vossa presença e Vos adoramos: PAI, FILHO e ESPÍRITO SANTO. Bendito e louvado sejais por toda a eternidade! DEUS Santo, DEUS forte, DEUS Imortal: que todos os Anjos e homens, que por Vós foram criados, Vos adorem, Vos amem e permaneçam no Vosso serviço!
E Vós, MARIA, Rainha de todos os Anjos, aceitai benignamente as súplicas que dirigimos aos Vossos servos; apresentai-as ao Altíssimo Vós que sois a Medianeira de todas as graças e a Onipotência suplicante a fim de obtermos graça, salvação e auxílio. Amém.

Poderosos Santos Anjos, que por DEUS nos fostes concedidos para nossa proteção e auxílio, em nome da Santíssima TRINDADE nós vos suplicamos:
Vinde depressa, socorrei-nos!
Nós suplicamos em nome de Preciosíssimo Sangue de nosso Senhor JESUS CRISTO:
Vinde depressa, socorrei-nos!
Nós vos suplicamos pelo poderosíssimo nome de JESUS:
Vinde depressa, socorrei-nos!
Nós vos suplicamos por todas as chagas de nosso Senhor JESUS CRISTO:
Vinde depressa, socorrei-nos!
Nós vos suplicamos por todos os martírios de nosso Senhor JESUS CRISTO:
Vinde depressa, socorrei-nos!
Nós vos suplicamos pela Palavra Santa de DEUS:
Vinde depressa, socorrei-nos!
Nós vos suplicamos pelo coração de nosso Senhor JESUS CRISTO:
Vinde depressa, socorrei-nos!
Nós vos suplicamos em nome do amor de DEUS tem por nós pobres:
Vinde depressa, socorrei-nos!
Nós vos suplicamos em nome da fidelidade de DEUS por nós pobres:
Vinde depressa, socorrei-nos!
Nós vos suplicamos em nome da misericórdia de DEUS por nós pobres:
Vinde depressa, socorrei-nos!
Nós vos suplicamos em nome de MARIA, Mãe de DEUS e nossa Mãe:
Vinde depressa, socorrei-nos!
Nós vos suplicamos em nome de MARIA, Rainha do Céu e da terra:
Vinde depressa, socorrei-nos!
Nós vos suplicamos em nome de MARIA, vossa Rainha e Senhora:
Vinde depressa, socorrei-nos!
Nós vos suplicamos pela vossa própria bem-aventurança:
Vinde depressa, socorrei-nos!
Nós vos suplicamos pela vossa própria fidelidade:
Vinde depressa, socorrei-nos!
Nós vos suplicamos pela vossa luta na defesa do Reino de DEUS:
Vinde depressa, socorrei-nos!

Nós vos suplicamos:
Protegei-nos com o vosso escudo!
Nós vos suplicamos:
Defendei-nos com a vossa espada!
Nós vos suplicamos:
Iluminai-nos com a vossa luz!
Nós vos suplicamos:
Salvai-nos sob o manto protetor de MARIA!
Nós vos suplicamos:
Guardai-nos no Coração de Maria!
Nós vos suplicamos:
Confiai-nos às mãos de MARIA!
Nós vos suplicamos:
Mostrai-nos o caminho que conduz à Porta da Vida: o Coração aberto de nosso Senhor!
Nós vos suplicamos:Guiai-nos com segurança à Casa do PAI Celestial!
Todos vós, nove coros dos Espíritos bem-aventurados:
Vinde depressa, socorrei-nos!
Nossos companheiros especiais e enviados por DEUS:
Vinde depressa, socorrei-nos!
Insistentemente vos suplicamos:
Vinde depressa, socorrei-nos!
O Sangue Preciosíssimo de nosso Senhor e Rei foi derramado por nós pobres.
Insistentemente vos suplicamos: vinde depressa, socorrei-nos!
O Coração de nosso Senhor e Rei bate por amor de nós pobres.
Insistentemente vos suplicamos: vinde depressa, socorrei-nos!
Coração Imaculado de MARIA, Virgem puríssima e vossa Rainha bate por amor de nós pobres.
Insistentemente vos suplicamos: vinde depressa, socorrei-nos! 
Vós, Príncipe dos exércitos celestes, Vencedor do dragão infernal, recebestes de DEUS força e poder para aniquilar, pela humildade, a soberba do príncipe das trevas. Insistentemente vos suplicamos que nos alcanceis de DEUS a verdadeira humildade de coração, uma fidelidade inabalável no comprimento contínuo da vontade de DEUS e uma grande fortaleza no sofrimento e na penúria. Ao comparecermos perante o tribunal de DEUS – Socorrei-nos para que não desfaleçamos!

Hierarquia dos Anjos 
(Fonte site: http://servosdarainha.wordpress.com/category/os-santos-anjos/)

Nos livros mais antigos do Antigo Testamento, os anjos aparecem sem nomes na maioria das vezes. Depois da expulsão de Adão e Eva do Paraíso, este é defendido de nossos primeiros pais pelos Querubins, ministros de Deus. Só uma vez mais aparece a figura de um querubim na Bíblia, na maravilhosa visão que Ezequiel teve e que nos descreve com muitos detalhes (Ez 1), e que em Ez 10 os chama de querubins. A Arca da Aliança era defendida por dois querubins, mas só temos conjecturas de como eles eram. Sugeriram alguns que esses podiam ser, com grande probabilidade, comparados com os touros e leões alados que cuidam dos palácios assírios, e também com os estranhos homens alados com cabeça de falcões pintados nas paredes de algumas de suas construções.
Os serafins só aparecem na visão de Isaias 6,6. O termo Arcanjo aparece em São Judas e São Paulo, que nos dá outras listas de nomes das cortes celestiais. Nos diz (Ef 1, 21) que Cristo está acima de todo Principado, Potestade, Virtude, Dominação; e, escrevendo aos colossenses (1,16), diz “porque nele foram criadas todas as coisas, no céu e na terra, as visíveis e as invisíveis, os Tronos, as Dominações, os Principados, as Potestades”. São Paulo usa dois destes nomes para indicar as forças do mal, quando diz que Cristo “despojou os Principados e Potestades… incorporando´os ao seu cortejo triunfal”. Em Daniel (10,12´21) vários anjos estão designados a vários lugares, e que são chamados de seus príncipes, e o mesmo aparece em Apocalípse: “os anjos das sete Igrejas”, ainda que seja difícil dizer qual é o significado preciso deste termo. Geralmente estes sete anjos das sete igrejas são considerados os Bispos que ocupam estas sedes.
Ecce Panis Angelorum
O tratado De Coelesti Hierarchia, atribuído a São Dionísio Areopagita, e que exerceu uma grande influência entre os escolásticos, trata com muitos detalhes as hierarquias e ordens dos anjos. Geralmente se considera que este trabalho não pertence a São Dionísio, e que foi escrito alguns séculos depois. Se bem que sua doutrina sobre os coros dos anjos seja aceita na Igreja com grande unanimidade, nenhuma proposição referente às hierarquias dos anjos é dogma de fé. A seguinte passagem de São Gregório Magno (Hom. 34., Evang.) nos dá uma idéia clara do ponto de vista dos doutores da Igreja sobre este ponto: “Sabemos pela autoridade da Escritura que existem nove ordens de anjos: Anjos, Arcanjos, Virtudes, Potestades, Principados, Dominações, Tronos, Querubins e Serafins.
Que existem Anjos e Arcanjos em quase todas as páginas da Bíblia, e os livros dos Profetas falam de Querubins e Serafins. São Paulo também, escrevendo aos Efésios, enumera quatro ordens de anjos, quando disse: “sobre todo Principado, Potestade, Virtude e Dominações”, e em outra ocasião, escrevendo aos Colossenses disse: “nem Tronos, Dominações, Principados, ou Potestades”. Se unirmos estas duas listas, temos cinco Ordens, e agregando os Anjos e os Arcanjos, Querubins e Serafins, temos nove Ordens de Anjos.” Santo Tomás (Summa Theologica I:108), seguindo a São Dionísio (De Coelesti Hierarchia, VI, VII), divide os anjos em três hierarquias, cada uma das quais contém três ordens. Sua proximidade ao Ser Supremo serve para esta divisão. 

Na primeira hierarquia põe aos Serafins, Querubins e Tronos;
na segunda, as Dominações, Virtudes e Potestades;
na terceira, a dos Principados, Arcanjos e Anjos.
 

Nenhum comentário:

Os Mais Vistos